Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

05-2-640x640-300x300-1
No comando: Adélia Nascimento / BOM DIA NAZA

Das 08:00 às 12:00

naza-fm-logo
No comando: Pe. Pedro / PROGRAMA TESTEMUNHO DE FÉ

Das 09:00 às 10:00

img-20190325-wa0041
No comando: Flávio Nicetas / ESPAÇO ABERTO

Das 12:00 às 14:00

img-20190207-wa0160-300x200
No comando: Pedro Massa / OBA OBA

Das 14:00 às 16:25

img-20190325-wa0041
No comando: Flávio Nicetas / SEXTA DO BREGA

Das 15:20 às 17:00

img-20190207-wa0160-300x200
No comando: Pedro Massa / NAZA SERTANEJO 2ª AUDIÇÃO

Das 16:25 às 17:00

04
No comando: Cumpadre Muniz / FORROZÃO DA NAZA

Das 17:00 às 19:00

naza-fm-logo
No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 19:00 às 20:00

naza-fm-logo
No comando: NAZA HITS

Das 20:00 às 22:00

naza-fm-logo
No comando: COISAS DO CORAÇÃO

Das 21:00 às 23:59

naza-fm-logo
No comando: COISAS DO CORAÇÃO

Das 22:00 às 23:59

img-20190325-wa0041
No comando: Flávio Nicetas / SÓ NOTÍCIAS

Das 06:00 às 07:40

DJ Jopin e parentes são presos em operação contra esquema que sonegou R$ 65 milhões

Compartilhe:
whatsapp-image-2019-05-09-at-08-54-42-1

G1 PE

José Pinteiro Filho, mais conhecido como DJ Jopin, e parentes dele estão entre os presos nesta quinta-feira (9), durante o cumprimento de mandados da Operação Mar Aberto, da Polícia Civil de Pernambuco e a Secretaria da Fazenda (Sefaz). Segundo a polícia, o grupo de empresas investigado movimentou R$ 358 milhões e, do total, foi constatada a sonegação de, pelo menos, R$ 65 milhões.

A investigação sobre lavagem de dinheiro e crimes tributários do grupo, ligado a fabricação de embarcações, contou com apoio das polícias de São Paulo e da Paraíba no cumprimento dos mandados. Entre as apreensões, estão 28 carros de luxo, sendo uma Ferrari, um Porsche e um Maserati.

Além de Jopin, foram presos o empresário José Pinteiro, pai do DJ, e Anibal Pinteiro, primo do artista. A reportagem tenta localizar a defesa deles. A Ecomariner, na Zona Sul do Recife, é um dos alvos da operação. Os nomes das outras empresas envolvidas e pessoas presas não foram divulgados.

G1 entrou em contato com a Luan Promoções, responsável pela carreira do DJ, e aguarda resposta. A Luan também tem contratos com Wesley Safadão e Márcia Felipe.

Primo de DJ Jopin preso durante operação que investiga sonegação de R$ 65 milhões — Foto: Paulo Abreu/PCPEPrimo de DJ Jopin preso durante operação que investiga sonegação de R$ 65 milhões — Foto: Paulo Abreu/PCPE

Primo de DJ Jopin preso durante operação que investiga sonegação de R$ 65 milhões — Foto: Paulo Abreu/PCPE

De acordo com a Polícia Civil, foram cumpridos oito de nove mandados de prisão até as 9h30 desta quinta (9), sendo sete em Pernambuco e um em São Paulo. Também foram apreendidos 15 imóveis e quatro embarcações.

“Esperamos que, com essas apreensões, o dinheiro que foi sonegado volte ao poder público”, diz o delegado Jean Rockfeller. Os detalhes de como funcionava o esquema não foram divulgados.

Entre os locais com mandados cumpridos, há os bairros de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, e Candeias, em Jaboatão dos Guararapes.

A investigação começou em dezembro de 2017 e é comandada pela delegada Priscila Von Sohsten, do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco), com apoio da Diretoria de Inteligência e do Laboratório de Lavagem de Dinheiro da corporação.

A operação contou com cem policiais civis de Pernambuco, além de duas equipes da Policia Civil de São Paulo e outra da Polícia Civil da Paraíba, além de equipes coordenadas por auditores da Sefaz.

Os presos e apreensões em Pernambuco são encaminhados para a sede do Draco, no bairro do Tejipió, no Recife.

Deixe seu comentário: