Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

05-2-640x640
No comando: Adélia Nascimento / BOM DIA NAZA

Das 08:00 às 12:00

novo
No comando: Pe. Pedro / PROGRAMA TESTEMUNHO DE FÉ

Das 09:00 às 10:00

flavio
No comando: Flávio Nicetas / ESPAÇO ABERTO

Das 12:00 às 14:00

naza-fm
No comando: Bero Augusto / OBA OBA

Das 14:00 às 16:25

02
No comando: Flávio Nicetas / SEXTA DO BREGA

Das 15:20 às 16:00

naza-fm
No comando: Bero Augusto / NAZA SERTANEJO 2ª AUDIÇÃO

Das 16:25 às 17:00

04
No comando: Cumpadre Muniz / FORROZÃO DA NAZA

Das 17:00 às 19:00

naza-fm
No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 19:00 às 20:00

naza
No comando: NAZA HITS

Das 20:00 às 22:00

naza
No comando: COISAS DO CORAÇÃO

Das 21:00 às 23:59

naza
No comando: COISAS DO CORAÇÃO

Das 22:00 às 23:59

flavio
No comando: Flávio Nicetas / SÓ NOTÍCIAS

Das 06:00 às 07:45

Eleições 2018: Bolsonaro cresce, Haddad mantém 21% e Ciro cai nas pesquisas

Compartilhe:
02

A menos de uma semana das eleições 2018, o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL), subiu quatro pontos, e chegou a 31% de intenção de votos, seu patamar mais alto desde o início da série de pesquisas Ibope/Estado/TV Globo.

O Ibope, divulgou nesta última segunda-feira (1º), o resultado da mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial este ano. A pesquisa ouviu 3.010 eleitores entre o sábado (29) e domingo (30).

 

Os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 31%

Fernando Haddad (PT): 21%

Ciro Gomes (PDT): 11%

Geraldo Alckmin (PSDB): 8%

Marina Silva (Rede): 4%

João Amoêdo (Novo): 3%

Alvaro Dias (Podemos): 2%

Henrique Meirelles (MDB): 2%

Cabo Daciolo (Patriota): 1%

Guilherme Boulos (PSOL): 0%

Vera Lúcia (PSTU): 0%

Eymael (DC): 0%

João Goulart Filho (PPL): –

Branco/Nulos: 12%

Não sabem/Não respondeu: 5%

 

Em relação ao levantamento anterior do instituto, divulgado na última quarta-feira (26):

BOLSONARO: Passou de 27% para 31%

HADDAD: Se manteve com 21%

CIRO: Oscilou de 12% para 11%

ALCKMIN: Se manteve com 8%

MARINA: Foi de 6% para 4%

Os indecisos foram de 7% para 5% e os brancos ou nulos, de 11% para 12%.

 

Deixe seu comentário: