Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

01
No comando: Patrocínio Filho / BOM DIA NAZA

Das 08:00 às 12:00

01
No comando: Patrocínio Filho / NAZA SERTANEJO 1ª AUDIÇÃO

Das 09:25 às 09:55

00
No comando: Pe. Reginaldo Manzotti / PROGRAMA EXPERIÊNCIA DE DEUS

Das 10:00 às 11:00

flavio
No comando: Flávio Nicetas / ESPAÇO ABERTO

Das 12:00 às 14:00

02
No comando: Pedro Massa / OBA OBA

Das 14:00 às 16:25

02
No comando: Flávio Nicetas / SEXTA DO BREGA

Das 15:20 às 16:00

02
No comando: Pedro Massa / NAZA SERTANEJO 2ª AUDIÇÃO

Das 16:25 às 17:00

04
No comando: Cumpadre Muniz / FORROZÃO DA NAZA

Das 17:00 às 19:00

03
No comando: Josildo Santos / NOTÍCIAS DAS 6

Das 18:00 às 19:00

naza-fm
No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 19:00 às 20:00

05
No comando: Adélia Nascimento / NAZA HITS

Das 20:00 às 22:00

05
No comando: Adélia Nascimento / COISAS DO CORAÇÃO

Das 21:00 às 23:59

adelia
No comando: Adélia Nascimento / COISAS DO CORAÇÃO

Das 22:00 às 23:59

flavio
No comando: Flávio Nicetas / SÓ NOTÍCIAS

Das 06:00 às 07:45

Violência: Dossiê mostra crescimento da violência contra mulheres lésbicas no Brasil

Compartilhe:
02

O primeiro Dossiê, sobre Lesbocídio no Brasil, mostra o crescimento da violência contra as mulheres lésbicas. Lançado nessa quarta-feira (07), o documento indica que, no período entre 2000 e 2017, foram registrados 180 homicídios de lésbicas. No entanto, os anos mais recentes concentraram a maior parte das mortes: somente entre 2014 e 2017, foram registrados 126 assassinatos de lésbicas no país.

O dossiê, foi elaborado pelo Grupo de Pesquisa Lesbocídio, onde as histórias que ninguém conta, que atua no resgate de informações e histórias de lésbicas vítimas desse tipo de crime no país. O dossiê revela que, enquanto em 2000 foram dois casos, em 2017 eles chegaram a 54. A partir de 2013, o aumento tem sido constante, sendo que o maior ocorreu de 2016 para 2017, quando subiu de 30 para 54 registros.

Deixe seu comentário: